Sábado, 20 de Agosto de 2011

Goodyear anunciou um pneu que mantém a pressão ideal sozinho

Adeus paragens para «meter ar» nos pneus

Adeus paragens para 'meter ar' nos pneus. A Goodyear anunciou que está a desenvolver um pneu de automóvel autónomo na manutenção da pressão ideal de circulação. Através do novo sistema "Air Maintenance Technology" (AMT), que a empresa está a desenvolver, "é possível manter a pressão ideal dos pneus sem ser necessário verifica-la". 

Para conseguir isso, sistema Air Maintenance Technology (AMT) incorpora, no interior do pneu, todos os elementos - incluindo uma mini-bomba de ar - necessários para que o pneu "mantenha sempre a pressão ideal".

Por outro lado, o sistema será alimentado através de corrente eléctrica, gerada "enquanto o pneu roda na estrada", explicou Jean-Claude Kihn, vice-presidente e director técnico da Goodyear, em comunicado.

Um dos objectivos principais deste sistema é "baixar o consumo de combustível", uma vez que circular com pneus cuja pressão está abaixo da recomendada resulta num aumento de combustível que pode ir até aos 3,5 por cento.

Ainda não está prevista data para o início da comercialização para o novo pneu mas o interesse de alguns goevrnos deverá acelerar o processo de desenvolvimento.

fonte:http://www.autoportal.iol.pt/

tags:
publicado por adm às 23:04
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Agosto de 2011

Segurança: O que é o Assistente de Ângulo Morto

 

«Ferramenta» muito útil de combate aos comuns embates laterais nas mudanças de direcção

 

Há muito tempo que os sistemas electrónicos de apoio à condução não são previlegio exclusivo dos automóveis das categorias superiores. É o caso do «Assistente de Ângulo Morto», uma «ferramenta» pouco mediática mas muito útil de combate aos comuns embates laterais nas mudanças de direcção, quando não se vislumbra outro veículo no denominado ângulo morto dos espelhos retrovisores exteriores

Normalmente, o sistema avisa o condutor através de vibração no volante e símbolo luminoso projectado na caixa do retrovisor, alertando-o para a aproximação de veículo vindo de trás e que não aparece no espelho, por estar escondido no tal ângulo morto.

Independentemente de o condutor accionar os «piscas» para anunciar uma mudança de faixa, o sistema avisa-o por meio de vibrações ou sinais sonoros intermitentes.

Este dispositivo está presente na grande maioria dos modelos da Mercedes, Audi, BMW, Volvo, Jaguar, mas também alguns modelos da Volkswagen, Opel, Ford, entre outras.

fonte:http://www.autoportal.iol.pt/

publicado por adm às 22:05
link do post | comentar | favorito
|

A manutenção de um veículo diesel é 25% mais cara que a de um veículo a gasolina

No entanto a poupança media é de 600 euros anuais em combustível frente aos veículos a gasolina.

 

Para os que fazem muitos quilómetros, a opção do veículo diesel é a mais económica. Essa conclusão sai de um comparativo de custos de aquisição e posse entre um veículo a gasóleo e um a gasolina realizada pela Asociación Nacional de Vendedores de Vehículos a Motor, Reparación y Recambios (Ganvam). A compra de um diesel supõe uma poupança média de combustível de 593 euros ao ano. O dado sai de uma comparação dos três veículos mais vendidos no mercado espanhol em 2010: o Renault Megane. O Citroen C4 e o Seat Ibiza. No entanto, a manutenção do diesel é 25% mais cara.

A análise, que traz à luz o debate sobre a conveniência de comprar um veículo a gasóleo ou a gasolina, mostra que para uma distância de 100.000 quilómetros ou cinco anos de vida, a motorização diesel corta cerca de 3.000 euros do gasto em combustível, com um custo de 5.208 euros frente aos 8.174 euros que implica um veículo a gasolina. Dessa forma, o estudo confirma como em igualdade de quilómetros percorridos, os veículos diesel não só consomem menos - quase dois litros menos por quilómetro – mas também emitem menos CO2, apesar de que a combustão do gasóleo liberta mais partículas contaminantes, entre outras substâncias. Dessa forma, enquanto que por cada quilómetro percorrido as motorizações de gasolina emitem uma média de 141 gramas de CO2, os veículos diesel emitem 109 gramas, isto é, cerca de 30% menos.

Em relação ao preço de aquisição de um veículo diesel, a análise da Ganvam, mostra que os carros a gasóleo são cerca de 10% mais caros que os a gasolina, o que supõe um desembolso de cerca de 1500 euros mais na sua compra.

Não obstante este sobre custo, isso não parece dissuadir os usuários já que 71% das matrículas são de veículos diesel, frente a 29% a gasolina (Espanha). A progressiva “dieselização” do parque nestes últimos anos faz com que o parque actual de turismos se distribua já em partes iguais entre ambas as motorizações.

Também na hora de fazer a manutenção do veículo, os diesel são algo mais caros que os a gasolina, já que substituir uma peça ou componente supõe em média um sobre custo de 25 euros ao ano em carros de motorização diesel. 

Com estes dados, a Ganvam conclui que a decisão de compra de um veículo diesel ou a gasolina depende efectivamente dos quilómetros que se realizem ao longo do ano. “Quantos mais quilómetros se fizerem, mais compensará comprar um veículo diesel, já que somente com a poupança de combustível teremos amortizado o sobrepreço que implica a sua compra, reparação e seguro”, afirma o seu presidente, Juan Antonio Sánchez Torres.

fonte:http://www.autoaftermarketnews.com

publicado por adm às 10:42
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.tags

. abs

. actualidade

. adblue

. admissão

. admissão variável

. air bag

. amortecedor

. ângulo morto

. aquecimento

. ar

. arrefecimento

. árvores de cames

. as cores mais populares do mundo

. automoveis

. binário

. binário do motor

. biodiesel

. bomba direcção

. cabos de bateria

. caixa automatica

. caixa automática

. caixa dsg

. caixa embraaegm dupla

. calços

. câmbios automáticos

. cames

. carros

. carros a diesel

. carros electircos

. catalisadores

. catalizador

. caudalimetro

. circuito refrigeração

. city safety

. combustível

. concelhos

. correia

. curiosidades

. curve control

. da cabeça do motor

. dicas

. dicionário do motor

. diesel

. diferencial

. direcção

. direcção assistida electro-hidráulica

. direitos quando leva o carro à oficina

. discos

. dpf

. egr

. embraagem

. emissões

. esp

. fap

. farois

. filtro ar

. filtro de combustível

. filtro de partículas (fap/ dpf)

. filtro do óleo

. filtros de partículas

. flex

. ford

. formula zero

. gasolina vs diesel

. gestão

. helios concept

. hidrogénio

. ignição

. injecção

. líquido de travões

. lubrificantes

. luz

. maf

. medidor

. mitos

. mola

. mola suspensão

. motor

. motor hcci

. motor híbrido a ar

. motores

. nitrous

. noticias

. novidades

. oleos

. pneus

. portugal

. potencia

. segurança

. sensor

. start/stop

. suspensão

. travões

. turbo

. turbos

. valvula

. valvulas

. velas

. velas de ignição

. vida

. todas as tags

.links

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Outubro 2016

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

.subscrever feeds