Domingo, 9 de Maio de 2010

Radiador do óleo

 

A função é auxiliar na refrigeração do óleo lubrificante. Este componente fica situado logo acima do filtro de óleo e está ligado por meio de duas mangueiras.

Este componente garante uma melhor refrigeração do óleo lubrificante mas pode causar sérios problemas ao sistema de arrefecimento ou ao motor se ele apresentar problemas. Isso porque, o problema que ele apresenta é o rompimento dos capilares internos, permitindo a passagem do óleo lubrificante para o sistema de arrefecimento.

Isso provocará o superaquecimento do motor além de sujar radiador, bloco do motor, mangueiras, reservatório de expansão, etc. Dependendo da situação, poderá até provocar a obstrução de passagens do líquido de arrefecimento devido a sujeira que irá se acumular.

Para substituí-lo é muito simples. Basta retirar o filtro de óleo e a porca de fixação do radiador. Feito isso, retire o parafuso de fixação do filtro de óleo ao suporte e retire o radiador de óleo.

Para ter certeza que ele é o responsável por todos esses danos, vede uma das conexões do radiador de óleo. Na outra acople uma mangueira e mergulhe o conjunto dentro de um recipiente com água. Injete ar comprimida na mangueira e veja se não há formação de bolhas no interior do radiador. Se isso ocorrer, substitua-o.

Mas os problemas não terminam simplesmente com a substituição do componente defeituoso. Deverá ser feito uma limpeza geral em todo o sistema de arrefecimento, até que se eliminem todo o resíduo de óleo do sistema e isso leva tempo.

publicado por adm às 11:54
link do post | comentar | favorito
|

O que é o Termostato?

 

Este com certeza é um dos principais componentes do sistema de arrefecimento, pois, é ela que permite o rápido aquecimento do motor na fase fria e a estabilização da temperatura.

Ainda hoje, muitas pessoas acabam retirando essa válvula do sistema por afirmar que a mesma prejudica o sistema, fazendo o motor superaquecer. Quero deixar bem claro nesta matéria que essa afirmação é totalmente incorreta. Se algum dia o "mecânico" falar que essa peça é desnecessária está na hora de o mesmo aposentar as ferramentas e procurar outro serviço.

Claro que nenhuma peça tem vida eterna. A válvula termostática não é uma exceção. Agora, alguns cuidamos preservam a sua vida útil e diminuem o risco dela deixar o motorista na mão.

O termostato é uma válvula térmica do tipo NF (norma fechado). Quando o líquido de arrefecimento atingir uma temperatura pré-estabelecida pelo fabricante a mesma irá se abrir, permitindo a circulação do líquido e a troca de calor.

Por exemplo, uma termostato tem sua temperatura de abertura fixada em 90oC. Quando a temperatura atingir esse valor ela começará a abrir. Se a temperatura cair abaixo desse valor ela voltara a fechar. Assim, a temperatura do motor ficará estabilizada, ou seja, nem muito frio e nem muito quente. Claro que essa segunda função não é do termostato.

Agora, quais os defeitos que a válvula termostática pode apresentar? São três:

Travar fechada; 
Travar aberta; 
Abrir com temperatura fora da faixa. 

O termostato está funcionando quando o indicador de temperatura no painel de instrumentos parar num ponto pré-estabelecido pelo fabricante e ali ficar. Se com o aumento da velocidade do veículo o ponteiro recuar, significa que a válvula não está atuando de forma correta ou não existe.

publicado por adm às 11:52
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.tags

. abs

. actualidade

. adblue

. admissão

. admissão variável

. air bag

. amortecedor

. ângulo morto

. aquecimento

. ar

. arrefecimento

. árvores de cames

. as cores mais populares do mundo

. automoveis

. binário

. binário do motor

. biodiesel

. bomba direcção

. caixa automatica

. caixa automática

. caixa dsg

. caixa embraaegm dupla

. calços

. câmbios automáticos

. cames

. carros

. carros a diesel

. carros electircos

. catalisadores

. catalizador

. caudalimetro

. circuito refrigeração

. city safety

. combustível

. concelhos

. correia

. curiosidades

. curve control

. da cabeça do motor

. dicas

. dicionário do motor

. diesel

. diferencial

. direcção

. direcção assistida electro-hidráulica

. direitos quando leva o carro à oficina

. discos

. dpf

. egr

. embraagem

. emissões

. esp

. fap

. farois

. filtro ar

. filtro de combustível

. filtro de partículas (fap/ dpf)

. filtro do óleo

. filtros de partículas

. flex

. ford

. formula zero

. gasolina vs diesel

. gestão

. helios concept

. ignição

. injecção

. líquido de travões

. lubrificantes

. luz

. maf

. medidor

. mitos

. mola

. mola suspensão

. motor

. motor hcci

. motor híbrido a ar

. motores

. nitrous

. nos

. noticias

. novidades

. oficina

. óleo de travões

. oleos

. pneus

. portugal

. potencia

. segurança

. sensor

. suspensão

. travões

. turbo

. turbos

. valvula

. valvulas

. velas

. velas de ignição

. vida

. todas as tags

.links

.arquivos

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Outubro 2016

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

.subscrever feeds